Menu
rwanda 2024

Blog World Creativity Day

What happens in São Paulo

Você está em Blog DMC > São Paulo

O Dia Mundial da Criatividade: o que é e como surgiu


banner dmc

Da expressão artística à solução de problemas econômicos, sociais e ambientais, a criatividade orienta a experiência humana desde sempre. Mas é muito recente a sua celebração em um dia especial, onde pessoas e organizações se encontram para pensar juntas nos problemas e suas possíveis soluções.

O termo economia criativa ganhou reconhecimento mundial em 2002, quando o economista John Anthony Howkins lançou seu livro Economia Criativa – como ganhar dinheiro com ideias criativas. Essa ideia escalonou o crescimento do que hoje é o setor responsável por aproximadamente 7% do PIB mundial.

E setores são feitos por pessoas. O conceito orientou a trajetória de muita gente que atua na transformação do mundo através da matéria-prima infinita: a mente humana. Uma dessas pessoas é Lucas Foster. Psicólogo e ativista, Foster analisa a economia criativa de outros países desde 2011 e vem implementando modos de conectar as mentes criadoras.

Em 2012, depois de uma temporada de pesquisa na Dinamarca, Foster fundou a ProjectHub - um hub da economia criativa. Abriu uma casa para sediar encontros e conectar freelancers, empreendedores, mentores, investidores e patrocinadores.

Em 2013, Foster foi consultor do escritório BOP Consulting, do Reino Unido, que tinha John Howkins como presidente do conselho. A missão era atender o British Council no acompanhamento do programa TRANSFORM no Brasil. Com foco em direitos humanos, o programa era parte do legado das Olimpíadas de Londres de 2012, com ações no Brasil que se estenderam até as Olimpíadas de 2016, sediadas no Rio de Janeiro.

Em 2014, Foster articulou a vinda de John Howkins ao Brasil para uma série de palestras em universidades. O mês era novembro, e Portugal - país com notório incentivo à criatividade - já tinha em seu calendário o dia 17 de novembro como o Dia da Criatividade. Nessa data, Foster realizou um evento na sede da ProjectHub com a presença de Howkins e, para gerar curiosidade na comunidade criadora, chamou o evento de Dia Mundial da Criatividade.

Em 2016, o dia 17 de novembro foi celebrado na Escola Britânica de Artes Criativas e Tecnologia, na Vila Madalena em São Paulo. Além de conferências sobre tendências, inovação e viabilização de projetos criativos, foi realizada a cerimônia de encerramento da São Paulo Tech Week - evento de tecnologia e inovação promovido anualmente pela Prefeitura de São Paulo.

Em 2017, a ProjectHub participou, a convite do Massachusetts Institute of Technology (MIT), de um encontro especial na sede da ONU em Nova York, nos Estados Unidos. No encontro foram anunciados os empreendedores selecionados pelo MIT por suas promissoras soluções para resolver os desafios ligados à educação de refugiados, o controle de carbono e as doenças crônicas. Um mês depois do encontro, a ONU instituiu o Dia Mundial da Criatividade, a ser comemorado em todo 21 de abril.

No mesmo ano, em um programa de aceleração de startups no Canadá, Foster aprimorava uma tecnologia para digitalizar as conexões entre criadores. A ideia era dar a qualquer cidade ou empresa o direito de organizar o seu próprio Dia Mundial da Criatividade, através de um sistema online de cadastro e distribuição. Era gestado o ProjectHub 2.0, que em breve faria a economia criativa ganhar as proporções infinitas de sua matéria-prima.

Em março de 2018, de volta ao Brasil, Foster lançou o ProjectHub 2.0 na EBAC em um evento promovido pelo Sebrae em parceria com o British Council. Antecipou as comemorações do Dia Mundial da Criatividade de 17 de novembro para 21 de abril, entrando oficialmente no calendário da ONU. E neste mesmo ano, com apenas um mês da ferramenta lançada, o evento já acontecia em 14 cidades brasileiras.

Em 2019, já eram 50 cidades participando no Brasil. Em 2020, o número subiu para 89 e em 2021 já ganhava proporções globais: eram 128 cidades em 19 países, conectando o seu nicho principal de público: profissionais interessados em novas referências para questões como o surgimento de novas profissões, a mudança das relações de trabalho e uma lógica de riqueza e consumo mais consciente e responsável. A data ganhava cada vez mais engajamento e mobilização em âmbito nacional e internacional.

Em 2022, o Dia Mundial da Criatividade já era não mais um dia, mas o ano inteiro de trabalho de pessoas, organizações e países envolvidos na causa. Com a pandemia, o mundo apresentava novos problemas e pedia novas soluções. Foram criados, então, a Organização Mundial da Criatividade e o Festival Mundial da Criatividade. Essas histórias você confere nos próximos artigos.